5 Erros Comuns na Elaboração de um Currículo

Erros-Comuns-Currículo 24 de maio de 2012 4 Comentários Postado por Felipe Valente

Na hora de elaborar seu currículo, coloque-se no lugar de quem está contratando, não seja prolixo e tente ser o mais honesto possível, veja 5 erros comuns na elaboração do currículo e fuja deles.

1 – Informações incompletas

Não coloque apenas a empresa onde trabalhou, faça a diferença, descreva as suas conquistas e as metas que conseguiu alcançar.

2 – Erros tipográficos e gramaticais

Seu currículo precisa estar bem escrito, de forma concisa, clara e formal. Evite o uso de pronomes pessoais e denominações técnicas.

3 – Seja honesto

Não invente cursos ou diga que é fluente em uma língua sem ser, você corre o risco de passar constrangimento na hora da entrevista.

4 – Extensão exagerada

Seu currículo deve ser feito de forma que caiba em uma página, faça com que o avaliador veja as suas qualificações de forma mais simples e direta possível.

5 – Evite fontes rebuscadas

Escolha fontes como Arial, Calibri, Georgia ou Verdana, fontes formais e elegantes, jamais utilize uma fonte para chamar atenção.

Adotando as dicas acima, você evitará erros e com certeza você estará um passo à frente de seus candidatos. Boa sorte!

Abraços,

Felipe Valente

Sobre - Felipe Valente

Graduando em Ciência da Computação pela UFV e apaixonado por empreendedorismo, atualmente é Gerente de Branding e Design da No Bugs.

Veja também...

4 Comentários

  1. Luan disse:

    Muito bom Felipe, estou precisando criar um currículo, vou seguir suas dicas!

  2. Helder disse:

    O currículo é a primeira imagem que o empregador tem
    do candidato à vaga, então deve ser algo bem feito e ao mesmo tempo simples! Dicas muito importantes e úteis!

  3. Luiz Henrique disse:

    Muito bom, dá uma boa ideia de como sair na frente na hora de buscar um emprego.

  4. Pedro Augusto disse:

    Outro ponto que considero muito importante para a elaboração de um curriculum é fazê-lo de forma sucinta, em uma única página, e direcionar suas qualificações para a vaga pleiteada, principalmente em T.I, que é muito abrangente. Essa é uma boa forma de vender o seu peixe e fazer com que o responsável pela seleção diga “puxa! é esse o cara que precisamos”.

    Ex: para uma vaga de programador você não precisa informar que possui conhecimento em manutenção de computadores, montagem e configuração de rede e, menos ainda, coisas do tipo: Windowns e Linux avançados.

    Sugiro seguir esses 3 passos:

    1) Ler com atenção os requisitos desejados para a vaga
    2) Coloque apenas informações necessárias para aquela vaga, no máximo 1 folha.
    2.1) Dados Pessoais
    2.2) Formação
    2.3) Experiencia Profissional (com contato para referência)
    2.4) Certificações
    2.5) Cursos e Eventos
    3) Caso sobre algum espaço, coloque um campo Informações Adicionais com outras qualificações.

    Embora eu acredite que o curriculum sirva apenas para atestar que você não é uma topeira por completo é importante garantir que você não é uma topeira.

Deixe o seu comentário!